Dia Nacional da Policial Feminina ou "National Policewoman Day" (12 de setembro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1137

Próxima Celebração "Dia Nacional da Policial Feminina" ou "National Policewoman Day": Quarta-Feira, 12 de Setembro de 2018, : daqui 352 dias, 04:07:09-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 3 minutos.

O Dia Nacional da Policial Feminina ou "National Policewoman Day" em 12 de setembro de cada ano, é uma comemoração extraoficial dos Estados Unidos da América, para a qual eu ainda não encontrei qualquer norma oficial.

Essa data comemorativa de norte-americanos tem por fim, marcar a data da posse da policial Feminina do LAPD [Departamento de Polícia de Los Angeles ou "Los Angeles Police Department"] na Califórnia e ex-assistente social norte-americana, Alice Stebbins Wells, que tomou posse no cargo em 12 de setembro de 1910 com plenos poderes de prisão e com autorização para vestir um uniforme, e que é tida como a 1ª oficial de polícia do sexo feminino no País dos Ianques que tenha nascido no território norte-americano.

A nomeação de Wells para melhor ajudar outras mulheres e crianças vítimas de crimes, se deu depois de uma petição ao prefeito, ao comissário de polícia e ao conselho da cidade de Los Angeles-EUA.

em seu 1º dia como policial, Alice Stebbins levava consigo uma chave Gamewell para as caixas Gamewell de chamada da polícia ou Gamewell police call boxes", um livro de regulamentos, um livro de primeiros socorros, e um distintivo de policial. Naquela época, a polícia de Los Angeles poderia usar o distintivo de polícia como um passe livre para carros na rua, quando em serviço ou no caminho do trabalho. nesse 1º momento, Stebbins Wells foi invariavelmente acusada de fazer uso não autorizado do distintivo de seu marido, para andar gratuitamente de carro pelas ruas.
A ideia de uma policial mulher tinha sido o eixo central de uma piada nos quadrinhos semanais há mais de 50 anos entre os estadunidenses.
somente depois que ela começou a usar um uniforme oficial, é que o público levou sua autoridade e poderes mais a sério.

Por ser uma policial pioneira, Wells teve de ser a responsável por costurar seu próprio uniforme da polícia, que foi o 1º uniforme de policial feminina nos Estados Unidos da América, sendo por isso feito a mão.
Esse uniforme era representado por um vestido longo e uma jaqueta. A reprodução dessa mesma roupa está em exibição na Sociedade do Museu Histórico da Polícia de Los Angeles ou "Los Angeles Police Historical Society Museum".
Uma vez nomeada, Wells começou sua carreira supervisionando rinques de patinação e salões de dança, além de atuar na interação com o público feminino, porque logo após sua posse, foi emitida uma ordem da Força policial, pela qual se determinava que as jovens mulheres a partir de então, somente deveriam ser interrogadas por policiais do sexo feminino.
2 anos após Wells se juntar à força, duas outras agentes do sexo feminino foram empossadas, com todas as agentes do sexo feminino agora sob o controle da Administração Pública.
Como resultado direto das atividades de Wells em 1915, 16 outras cidades e vários países estrangeiros passaram a contratar policiais do sexo feminino, pois ela se converteu na fundadora e 1ª presidente da Associação Internacional de Policiais Femininas ou "International Policewomen's Association", e viajou por toda a América e Canadá, para promover a contratação de mulheres para as polícias. Até ali e desde 1891, as agências de aplicação da Lei costumavam contratar mulheres apenas para o atendimento de mulheres presas.
A nomeação de Wells atraiu a atenção nacional dos estadunidenses. Em 1914, ela foi objeto de um filme biográfico intitulado "A Policial" ou "The Policewoman".
Em 1918, a Universidade da Califórnia ou "University of California" criou o 1º curso dedicado à formação de oficiais femininas de polícia, e em 1928, Wells foi convertida na 1ª presidente da Associação das Mulheres Agentes da Paz na Califórnia ou "Women's Peace Officers Association of California".
A 1ª policial feminina nos Estados Unidos da América foi a cidadã nascida no Canadá e de ascendência irlandesa, Marie Owens, contratada em 1891 na cidade estadunidense de Chicago no Illinois.
Ainda antes da posse de Wells, a mulher estadunidense, Lola Greene Baldwin, havia sido empossada na cidade norte-americana de Portland no Oregon em 1908, "para executar serviços de polícia", porém não como uma oficial.

Fontes consultadas:

  1. www.barriepolice.ca/…
  2. www.oocities.org/…
  3. en.wikipedia.org/…
  4. www.ushandcuffs.com/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1137

RSS/XML