Dia Mundial dos Animais ou "World Animal Day" (4 de outubro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1225

Próxima Celebração "Dia Mundial dos Animais" ou "World Animal Day": Quarta-Feira, 4 de Outubro de 2017, : daqui 9 dias, 03:55:48-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 4 minutos.

O Dia Mundial dos Animais ou "World Animal Day" em 4 de outubro de cada ano, é uma comemoração internacional, que teria sido criada em 1929 no "Congresso de Proteção Animal" realizado na cidade austríaca de Viena ou em 1931, durante um encontro de ecologistas realizado na cidade italiana de Florença.

Segundo se conta, inicialmente essa data comemorativa teria sido instituída em louvor a São francisco de Assis, que é um Santo da Igreja Católica Apostólica Romana, venerado como protetor dos animais e da Natureza., Porém atualmente, esse dia festivo tem sido celebrado por adeptos ou não de várias crenças em todo o mundo.

Nos tempos modernos, as pessoas têm tentado identificar e promover os direitos dos animais, pelo menos desde o século 18, e a falta de sucesso na formação de acordos internacionais vinculativos sobre os direitos dos animais jamais poderá ser creditada à falta de tentativas.
Um dos primeiros escritores modernos a abordar o bem-estar e os direitos dos animais é o escritor inglês, John Lawrence, que publicou um livro em 1796, um tratado filosófico e prático sobre cavalos, e sobre os deveres morais do homem para a criação bruta, contendo um relato detalhado sobre equitação e os cavalos.
Nesse seu livro, John Lawrence incluiu um capítulo sobre o Direito dos Animais , no qual ele implorava aos homens para que tratassem os animais com bondade e com consideração e sensatez, porque segundo Lawrence, eles são racionais e têm alma. Lawrence argumentava ainda em seu livro, que os animais têm direitos, um direito básico de cuidados, o que deve ser aprovado pelo Estado. Ele narra a crueldade desenfreada vista ao seu redor - cavalos debulhados com açoites, gado com línguas cortadas e ovelhas com os pés cortados [todos vivos] - e diz:
"Proponho, portanto, que os direitos dos animais sejam formalmente reconhecidos pelo Estado, e que a lei seja aplicada em cima desse princípio, para guardar e proteger os animais de atos desenfreados de flagrante crueldade, cometidos por seus proprietários ou por terceiros".
Lawrence também defendia a ideia de que o Estado deve promulgar leis para proteger os animais durante o transporte e o abate, numa antecipação da "Lei de Martin", que foi proposta pelo político britânico nascido na irlanda, Richard Martin, e que é tida como a 1ª lei de um estado para dar uma medida de proteção aos animais domésticos, tendo sido aprovada pelo Parlamento inglês dos Comuns em 1822.
John Lawrence declarou também que a crueldade deliberada e a vivissecção, deviam ser banidas, além de ele ter se oposto a tração animal. No entanto, ele foi favorável a morte de animais por esporte - desde que esses animais fossem posteriormente comidos. Ele também apoiou a caça à raposa, na crença de que as raposas eram animais nocivos, e como predadores, mereciam por sua vez, serem caçados e mortos. Talvez, a aquisição de uma pequena fazenda, e seu interesse em aves de capoeira possa ter influenciado a atitude de Lawrence para com a caça de animais.
Mas aquele que é considerado como o 1º livro sobre os direitos dos animais foi publicado em 1892 pelo reformador social, ativista de defesa dos direitos de animais, escritor e professor britânico, além de fundador da Liga Humanitária ou "Humanitarian League", Henry Stephens Salt.
O século XX viu surgir uma série de declarações internacionais, com o fim de apoiar e garantir os direitos dos animais. Talvez a mais importante dessas iniciativas tenha sido o anúncio da "Declaração Universal dos Direitos dos Animais" ou "Universal Declaration of Animal rights".

A referida Declaração teria por base um texto elaborado pelo cientista belga do Instituto Internacional de Biologia Humana ou "International Institute of Human Biology" então radicado na França, Georges Heuse, e teria sido aprovada num Encontro Internacional sobre Direitos dos Animais ou "International Meeting on Animal Rights", realizado de

  • 21 a
  • 23 de setembro"] de 1977 na cidade e capital inglesa de Londres pela Liga Internacional dos Direitos dos Animais ou "International League of Animal Rights" [atual Fundação para os Direitos dos Animais, Ética e Ciência ou "Fondation Droit Animal, Ethique et Sciences"] e seus afiliados.

    A partir disso, hà quem acredite que a UNESCO [Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura ou "United Nations Educational, Scientific and Cultural Organisation"] tenha proclamado essa "Declaração Universal dos Direitos dos Animais" em 27 de janeiro de 1978, a partir da cidade e capital belga de Bruxelas.
    Porém, segundo alguns sites, na verdade esse texto não foi ratificado pela UNESCO, mas apenas foi proclamado pela própria liga acima citada em

  • 15 de outubro"] de 1978, durante uma reunião realizada num edifício da UNESCO na cidade e capital francesa de Paris, inclusive com uma referência no jornal "The Times de 17 de outubro de 1978". No entanto, essa declaração minguou e desapareceu antes que pudesse ter atingido níveis significativos de acordo internacional.

    Mais recentemente, várias organizações de defesa de animais lutam por uma "Declaração Universal de Bem-Estar Animal" ou "Universal Declaration on Animal Welfare",que foi concebida pela Organização Não-Governamental da Inglaterra, Proteção Mundial de Animais ou "World Animal Protection", e que conta principalmente com o apoio da ASPCA [Sociedade Norte-Americana para a Prevenção da Crueldade contra Animais ou "American Society for the Prevention of Cruelty to Animals"], Compaixão Mundial para a Agricultura ou "Compassion in World Farming", RSPCA [Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade contra Animais ou "Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals" e HSUS [Sociedade Humana dos Estados Unidos da América ou "Humane Society of the United States"], além de ter sido apoiada por alguns países, e em 2007 pela OIE [Organização Mundial para a Saúde Animal ou "World Organisation for Animal Health"].

    Fontes:

    • http://www.worldanimalday.org.uk/about/
    • http://www.laht.com/article.asp?ArticleId=369761&CategoryId=12393
    • http://pt.wikipedia.org/wiki/Declara%C3%A7%C3%A3o_Universal_dos_Direitos_Animais
    • http://en.wikipedia.org/wiki/Universal_Declaration_on_Animal_Welfare
    • http://muralanimal.blogspot.com.br/2014/09/direitos-dos-animais-e-declaracao-que.html
    • http://archive.spectator.co.uk/article/17th-september-1977/9/animal-rights
    • http://www.herenow4u.net/index.php?id=cd511

    Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

    Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1225

    RSS/XML