Dia mundial da Amizade ou "World Friendship Day" (1 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3867

Próxima Celebração "Dia mundial da Amizade" ou "World Friendship Day": Quinta-Feira, 1 de Março de 2018, : daqui 250 dias, 23:36:57-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 7 minutos.

O Dia mundial da Amizade ou "World Friendship Day" em 1 de março de cada ano, é uma comemoração internacional, que foi iniciada em 2005 por integrantes da FFI [Força Internacional da Amizade ou "Friendship Force International"], tendo sido inicialmente celebrada como "Dia da Amizade em todo o Mundo" ou "Friendship Day Around the World", e que conta com uma Proclamação de 2008 do Senado dos Estados Unidos da América.

Essa data comemorativa internacional de integrantes da FFI tem por fim, marcar a data do surgimento oficial da própria Força Internacional da Amizade, enquanto programa internacional de intercâmbio cultural, que foi lançada em 1 de março de 1977 pelo então presidente estadunidense, Jimmy Carter, numa reunião de governadores de estado na Casa Branca, a partir da idealização do ministro presbiteriano e ex-missionário norte-americano a serviço no Brasil, Wayne Smith, que havia lançado a 1ª semente para esse programa em 1973, a partir da cidade estadunidense de Atlanta-GA, quando Jimmy Carter ainda era Governador do Estado norte-americano da Geórgia, incentivando a troca mútua de visitas entre membros participantes de vários países, que hospedam os membros visitantes em suas casas particulares, sendo essa, desde sempre, uma característica central do programa.
A data comemorativa de integrantes da FFI também tem por fim, aumentar a consciência pública para a Força da Amizade; fornecer uma plataforma para ganhar novos membros; e criar oportunidades para exemplos da execução da missão FFI na vida real, buscando a promoção da compreensão mundial através das barreiras que separam as pessoas.

Para conhecimento, a idéia de Wayne Smith era estabelecer um programa internacional de intercâmbio cultural internacional de cidadãos, no qual viajantes de todo o mundo pudessem aprender sobre outros países e culturas através de estadas recíprocas nas casas dos próprios participantes do programa. O então ministro presbiteriano da Geórgia reuniu pela 1ª vez, o então governador da Geórgia, Jimmy Carter, com sua esposa, Rosalynn Carter, e relatou a eles sua ideia de um intercâmbio de cidadãos, trazendo norte-americanos para o Brasil e brasileiros para a América, com todos ficando nas casas particulares De anfitriões para que cada um pudesse aprender melhor sobre o outro. A 1ª troca foi então organizada, com um avião fretado que levou a bordo 200 georgianos para o Brasil, incluindo no grupo a Primeira-dama do estado norte-americano da Geórgia, Rosalynn Carter, e que foi retribuído com 200 brasileiros a fazer a recíproca viagem de intercâmbio, hospedados na própria mansão do governador. O programa foi considerado como um sucesso por seus participantes e Smith lentamente começou a prever uma organização não-governamental permanente para a coordenação de viagens semelhantes entre cidadãos de várias nações do mundo.

Assim, em princípio, a Força Internacional da Amizade envolveu grupos de 150 a 400 cidadãos em viagens não oficiais, cujos grupos eram conhecidos como embaixadores da amizade, viajando através de aviões fretados para a cidade parceira, de onde um grupo do mesmo tamanho embarcava para retornar à cidade de origem dos primeiros embaixadores da amizade, daí a terminologia "Troca", cuja palavra ainda é usada para se referir aos programas de viagem da Força Internacional da Amizade. Os embaixadores visitantes eram hospedados em casas de famílias voluntárias de acolhimento dos membros da FFI durante uma semana, compartilhando experiências cotidianas e conhecendo-se de maneira pessoal. A primeira experiência do FFI enquanto organização permanente, envolveu 762 Embaixadores da amizade, numa troca simultânea entre a localidade inglesa de Newcastle-upon-Tyne e a cidade norte-americana de Atlanta-GA. Durante os primeiros 5 anos do programa, foram realizadas algumas grandes trocas bidirecionais todos os anos.

Em 1982, os arranjos de viagem da Força Internacional da Amizade mudaram de fretamentos para "trocas" unidirecionais em companhias aéreas regulares, permitindo maior flexibilidade e uma redução do tamanho do grupo, primeiramente para 40 a 80 e, depois, para 20 a 25 pessoas. A mudança de formato permitiu uma grande expansão do programa em todo o mundo. Em vez de algumas grandes trocas cada ano, há agora 250 a 300 trocas menores. Muito embora o tamanho e o número de trocas tenha mudado dramaticamente desde 1977, a fórmula básica da Força Internacional da Amizade continua a mesma, com embaixadores visitantes passando uma semana na casa de uma família anfitriã. Ou seja, embora cada troca esteja agora em apenas uma direção, os embaixadores e anfitriões participantes desenvolvem um entendimento compartilhado de suas cultura para que ocorra um verdadeiro intercâmbio cultural. Em muitos casos, as amizades estabelecidas durante uma troca continuam por muitos anos, com visitas de seguimento, através de intercâmbios posteriores aos da FFI. Isto é, graças à semente plantada por Wayne Smith, e ao apoio de Jimmy Carter, hoje a Força Internacional da Amizade realiza quase 400 programas de intercâmbio todos os anos, em 390 comunidades de 70 países, tendo sido indicada para o Prêmio Nobel da Paz em 1992, por seu trabalho na construção do entendimento entre os povos dos Estados Unidos da América e da ex-URSS [União das Repúblicas Socialistas Soviéticas] durante os últimos anos da "Guerra Fria".

Ainda a título de conhecimento, a Força Internacional da Amizade oferece oportunidades para seus membros explorarem novos países e culturas, porque reúne as pessoas ao nível pessoal. Através do Programa de Assinatura de Hospitalidade ou "Signature Program of Home Hospitality", pelo qual casa, anfitrião local recebe visitantes internacionais em sua cultura, compartilhando com eles refeições, conversas e os melhores pontos turísticos e experiências de sua região. Atualmente, com voluntários disponíveis em 63 países, os programas da FFI reúnem pessoas tão diversas, nas culturas e até nas casas uns dos outros, para compartilhar experiências únicas que não estão disponíveis aos turistas regulares. Através destes emocionantes encontros pessoais, os estranhos se tornam amigos, e, quando se pode construir um mundo de amigos, se pode construir um mundo de paz. Os membros da Força Internacional da Amizade são pessoas comuns como você, que viajam ou hospedam-se em nome da amizade global. Assim, você tem 10 razões para explorar o mundo com a Força da Amizade e encontrar a sua maneira de se se envolver com a Força da Amizade...

  1. Vá onde você nunca foi: Faça uma viagem ao coração de um país e seu povo. A Friendship Force International realiza mais de 300 programas por ano, em 377 comunidades em 60 países. Os anfitriões da Força da Amizade estão ansiosos para recebê-lo em sua cultura, compartilhando pontos turísticos e experiências que não estão disponíveis para os turistas regulares.
  2. Saia da rotina comum: Não há melhor maneira de ver um novo lugar do que com um amigo que sabe seus "segredos mais bem guardados." Você pode jantar em um palácio na Indonésia, visitar uma aldeia remota na África, ou ver um jogo de polo na Argentina.
  3. Viva novas cultura: Através do programa exclusivo da Força da Amizade da hospitalidade doméstica, os viajantes internacionais são hospedados nas casas das famílias locais. Desta forma, você pode conhecer uma nova cultura no seu interior. Por exemplo, você pode aprender passatempos locais, como caligrafia no Japão ou raquetes de neve no Canadá, ou você pode aprender receitas da família na cozinha do seu anfitrião. Você pode até ser convidado para uma cerimônia religiosa ou um casamento de acordo com as tradições locais.
  4. Encontre novos amigos: Quando você viaja ou se hospeda com a Força da Amizade, você conhece pessoas reais compartilhando a vida real. Muitas vezes, novas amizades são formadas que duram uma vida.
  5. Traga o mundo até você: Como anfitrião da Força da Amizade, você pode explorar o mundo sem sair de casa, estendendo a mão da amizade aos convidados internacionais. É uma experiência gratificante, dar aos seus hóspedes uma visão de perto da vida em seu país, seja através de hospitalidade em casa durante a noite, seja através de atividades culturais diurnas.
  6. Represente seu país: Quando você viaja ou hospeda-se com a Força da Amizade, você tem a oportunidade de compartilhar conhecimento e cultura de seu país com novos amigos de todo o mundo. Através da conversa amigável e experiências cotidianas, você se pode fazer a diferença para mudar a forma como os outros veem a sua cultura através do mundo.
  7. Faça a Diferença: Há muitas oportunidades de fazer a diferença em comunidades ao redor do mundo. Por exemplo, você pode ajudar seus novos amigos a praticar seu idioma, trazer ajuda para uma escola carente ou hospedar professores estrangeiros que frequentam um programa de desenvolvimento profissional em sua cidade.
  8. Pratique suas paixões ao redor do mundo: Programas temáticos permitem que os participantes se reúnem para explorar um interesse comum em uma única região do mundo. Você pode passar uma semana explorando os jardins da Inglaterra, estudando a biodiversidade na Costa Rica, visitando vinhedos na Nova Zelândia ou fazendo ciclismo na região de Niagara Falls, todos com a companhia de amigos internacionais que compartilham as mesmas paixões que você.
  9. Aprenda ao longo da vida: A Força da Amizade promove a aprendizagem ao longo da vida, através de uma variedade de programas de viagem e hospedagem. Por exemplo, programas especialmente para professores e alunos promovem a educação além-fronteiras. Programas de aprendizagem de línguas oferecem a oportunidade de passar uma semana em um país estrangeiro com uma família de acolhimento, e com vivência completa na linguagem local.
  10. Promova a Boa Vontade Global: Os participantes da Força da Amizade saúdam o mundo com uma mente aberta e respeito por outras culturas. Desta forma, cada pessoa faz uma contribuição individual para a boa vontade global.

Fontes consultadas:

  1. www.thefriendshipforce.org/…
  2. catalog.thefriendshipforce.org/…
  3. www.friendshipforcegoldcoast.org.au/…
  4. en.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3867

RSS/XML