Dia Estadual do Voluntário (24 de fevereiro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3751

Tempo médio de leitura para esse artigo: ± 2 minutos.

O Dia Estadual do Voluntário em 24 de fevereiro de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro do Acre, que foi instituída pela lei Nº 2.555 de 11 de maio de 2012.

De acordo com a Lei supracitada do Estado do Acre, o Poder Público acreano deverá instituir uma Comissão Especial para organizar as atividades referentes às celebrações desse dia festivo do Acre.

Essa data comemorativa do Estado do Acre tem por fim, marcar a data do aniversário da morte do funcionário público do Deracre [Departamento de Estradas e Rodagens do Acre] e voluntário brasileiro, Alan Felipe de Souza Marinho, que faleceu aos 19 anos de idade, após receber descarga elétrica de uma ligação clandestina na Rua Cearense, Beco São Domingo no Bairro Seis de Agosto da cidade brasileira de Rio Branco-AC no final da manhã de uma sexta-feira, em 24 de fevereiro de 2012, que também deixou outro voluntário gravemente ferido, após o barco de alumínio usado por eles ter encostado num fio energizado de uma ligação elétrica clandestina, durante a prestação de serviços voluntários para ajudar famílias atingidas por uma enchente do Rio Acre, trabalhando então na entrega de cestas básicas para famílias que resistiam em sair de suas moradias mesmo com a água da enchente chegando as suas ruas e quintais.

Segundo informações da imprensa, o acidente aconteceu depois que a companhia elétrica desligou o sistema de distribuição para evitar acidentes, mas, a revelia, alguns moradores, improvisaram uma rede clandestina com rabichos que serviram como condutor de energia no local onde o voluntário distribuía cestas básicas. A morte do jovem que estava trabalhando como voluntário para salvar pessoas, levando alimentos e minorando o sofrimento de atingidos pela enchente que então resistiam em não abandonar seus imóveis, infelizmente se deu por causa de pessoas sem escrúpulos, lideradas por uma ação orquestrada que começou poucos dias antes com a teimosa insistência de ligações clandestinas da luz, também conhecidas como "tatos", quando todas as autoridades alertavam por meio da Eletrobras, dos órgãos de governo e até da Polícia Militar, "que isso ainda ia matar gente se insistissem em fazer essas ligações não autorizadas".

Depois da divulgação da morte de Alan, a Eletrobras desligou toda a rede de energia elétrica do bairro. Antes, a empresa havia desligado apenas a energia de áreas que registravam alagamento. Após a morte do jovem, a Eletrobras efetuou o desligamento de toda a rede de tensão do bairro Seis de Agosto por medidas de segurança, ressaltando que ligações elétricas em áreas alagadas representam risco extra e desnecessário à população. Na ocasião, um grupo de moradores interditou o tráfego na avenida Amadeo Barbosa, afirmando então que somente liberaria a via quando a energia fosse religada. A Polícia Militar foi ao local com assessores do governo na tentativa de contenção do protesto.

O falecimento de Alan teria sido a 1ª morte registrada no estado relacionada às enchentes. Segundo relatórios divulgados à época pelo Ministério brasileiro da Integração Nacional, mais de 10 mil pessoas estavam desabrigadas, e os desalojados superavam então os 100 mil, a maior parte em Rio Branco, Na capital acreana, sendo que o Rio Acre continuava subindo e chegara a atingir a marca de 17,56 metros. Os então ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, visitaram o Acre. Bezerra disse que o governo federal já havia liberado R$ 2 milhões para a prefeitura de Rio Branco e R$ 3 milhões para o governo estadual, e que se necessário haveriam mais recursos.

Fontes consultadas:

  1. /…
  2. www.agencia.ac.gov.br/…
  3. www.jb.com.br/…
  4. www2.senado.leg.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3751

RSS/XML