Dia Estadual do Naturólogo (23 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1308

Próxima Celebração "Dia Estadual do Naturólogo": Sexta-Feira, 23 de Março de 2018, : daqui 327 dias, 03:47:05-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 5 minutos.

O Dia Estadual do Naturólogo em 23 de março de cada ano, é uma comemoração do Estado brasileiro de Santa Catarina, que foi criada pela Lei Nº 16.152 de 29 de outubro de 2013, em consonância com o Dia de Acupunturistas, Massoterapeutas, Profissionais em Terapias Naturais e Naturólogos, entre outras profissões relacionadas das Terras Brasilis.

Essa data comemorativa de catarinenses tem por fim, marcar a data do "1º Congresso de Acupuntura da CONAT [Confederação Nacional de Acupuntura e Terapias Afins ou Confederação Nacional de Acupuntura e Terapias Orientais], que foi realizado na Câmara Municipal da capital paulista em 23 de março de 1995, com a presença de cerca de 400 participantes de escolas brasileiras de Acupuntura.
Durante esse encontro, entre outras atividades,´foram arrecadados ainda, fundos destinados a ajudar na Campanha de Regulamentação da atividade de acupunturista no Brasil. Tal campanha tornou-se fundamental para a categoria a partir de agosto de 1995, após a emissão da Resolução CFM Nº 1.455 de 11 de agosto de 1995 do CFM [ Conselho Federal de Medicina], pela qual o CFM reconhecia oficialmente a Acupuntura como uma especialidade médica no país, o que, na prática, tentava colocar na ilegalidade os aproximadamente 20 mil acupunturistas brasileiros não-médicos [cerca de 70% sem formação universitária], que então exerciam essa atividade no Brasil.
Apesar de a Resolução CFM acima citada haver sido revogada pela Resolução CFM Nº 1.634 de 2002 [modificada pela Resolução CFM Nº 1.659 de 2003, com nova redação do Anexo II aprovada pela Resolução CFM Nº 1.666 de 2003, também parcialmente alterada pela Resolução CFM nº 1.970 de 15 de julho de 2011], todas as resoluções posteriores procuravam manter o status do reconhecimento da acupuntura como especialidade médica no Brasil, em que pese a acupuntura ser para os brasileiros, uma prática dentro das PICs [Práticas Integrativas e Complementares], que está reconhecida oficialmente e é aplicada inclusive pelo SUS [Sistema Único de Saúde] no Brasil, e que pode ser exercida por profissionais livres de formação técnica ou como especialização de muitas áreas da saúde além dos médicos, como enfermeiros, nutricionistas, dentistas, etc...

Para conhecimento, o naturólogo ou profissional em terapias naturais é aquele que trabalha/atua com Naturologia, uma profissão da área da saúde, que utiliza métodos naturais, tradicionais e modernos de cuidados, visando a promoção, a manutenção e a recuperação da saúde dos indivíduos, e a melhoria da qualidade de vida e o equilíbrio do ser humano com o meio em que vive.
Isso se deve ao fato de que atualmente, os processos de saúde são considerados como desencadeadores do bem estar e da qualidade de vida das pessoas, e estão intrinsecamente relacionados aos níveis psíquicos, emocionais, físicos e sociais dos seres humanos.
O 1º conceito brasileiro de Naturologia concluído, votado e aprovado por unanimidade, foi homologado e oficializado em 6 de novembro de 2009 no Fórum Conceitual de Naturologia, que se deu durante o 2º Congresso Brasileiro de Naturologia e 2º Encontro do "Programa Linha Verde" na cidade brasileira de Florianópolis-SC, e que contou com representantes de todas as classes que compreendem a Naturologia nas Terras Brasilis, incluindo representantes da diretoria da ABRANA [Associação Brasileira de Naturologia] & da APANAT [Associação Paulista de Naturologia], coordenações, corpo docente e acadêmicos de instituições de ensino de Naturologia, além de profissionais em terapias naturais de diversas regiões do Brasil.
De acordo com esse 1º conceito, a Naturologia é "um conhecimento transdisciplinar que atua em um campo igualmente transdisciplinar. Caracteriza-se por uma abordagem integral na área da saúde pela relação de interagência do ser humano consigo, com o próximo e com o meio ambiente, visando a promoção, a manutenção e a recuperação da saúde e da qualidade de vida."
A Naturologia utiliza-se de técnicas naturais de tratamento sobre a prevenção, a promoção e a manutenção da saúde, tendo como apoio pesquisas e estudos que contribuam para a validação das mesmas. Não visa em hipótese alguma, realizar o diagnóstico físico do ser humano, deixando esse aspecto para as áreas médicas competentes, para se ater unicamente à diagnose energética.
Dentro do processo terapêutico, o naturólogo ou profissional em terapias naturais se preocupa em compreender a problemática inicial de forma não-segmentada, buscando o equilíbrio em diversos níveis, sempre resguardando a livre escolha e a integridade do seu interagente.
NO seu espectro de atuação, o naturólogo é um estudioso das práticas naturais. Possui uma visão integrativa do processo saúde-doença, difundindo o conhecimento sobre os conceitos e os métodos utilizados pelas comunidades tradicionais e os tratamentos modernos, com o fim de utilizar, orientar, ensinar e divulgar os recursos naturais, em prol da promoção, manutenção e recuperação da saúde.
O processo naturológico visa em 1ª instância, o tratamento do ser humano com seus processos de saúde e doença, focalizando trabalhar em conjunto com outras áreas da saúde, pois o naturólogo tem o importante papel de fazer um trabalho complementar [e não alternativo], observando seu campo de atuação diante de um caso clínico, mas também fazendo os devidos encaminhamentos para os demais profissionais da área da saúde: fisioterapeutas, médicos, psicólogos, dentistas, nutricionistas, entre outros.
Entre os conhecimentos usados por esta prática, destacam-se disciplinas da área de humanas, como: fundamentos de psicologia, fundamentos de naturologia, embasamentos filosóficos, antropologia, gestão em saúde; disciplinas da área da saúde: morfologia humana, processos funcionais e patológicos, processos físico-químicos dos sistemas biológicos, relação parasito-hospedeiro, farmacologia; e disciplinas específicas à formação do naturólogo, envolvendo outras técnicas como: terapias orientais [chinesas e japonesas], ayurvédicas, vibracionais e antroposóficas, técnicas de meditação, arte integrativa, aromaterapia, hidroterapia, massoterapia, fitoterapia, reflexologia, iridologia, essências florais e vibracionais, nutrição e dietas naturais, entre outras.
Os campos para a aplicação destes conhecimentos incluem instituições hospitalares, casas de saúde, postos de saúde, casas de repouso, estâncias hidrominerais, spas, empresas privadas, organizações não-governamentais e eventos.
Ainda duas outras funções da Naturologia merecem ser citadas: A 1ª é a de produzir material científico para comprovar a eficácia das técnicas utilizadas; A outra, e não menos importante, é a de padronizar, organizar e legislar as Terapias Naturais no Brasil, uma vez que estas técnicas devem ser aplicadas com os devidos cuidados de assepsia; os atendimentos devem ser explicados com propriedade e embasamento científico, além de ministrados com o devido respaldo; e os encaminhamentos médicos devem ser sempre efetuados, respeitando o caráter complementar de sua abordagem.
O quadro mundial demonstra grande expansão desta profissão, e países como o Canadá, Portugal, França, Itália e Inglaterra contam com a Naturologia como uma ferramenta de bem-estar e qualidade de vida.

Fontes consultadas:

  1. 200.192.66.20/…
  2. pt.wikipedia.org/…
  3. www.apanat.org.br/…
  4. www.guiadoscuriosos.com.br/…
  5. www.craerj.org.br/…
  6. www.portalmedico.org.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1308

RSS/XML