Dia Estadual do Macrobiótico (6 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3898

Próxima Celebração "Dia Estadual do Macrobiótico": Terça-Feira, 6 de Março de 2018, : daqui 165 dias, 07:24:59-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

O Dia Estadual do Macrobiótico em 6 de março de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro de São Paulo, que foi instituída pela Lei Nº 14.937 de 9 de janeiro de 2013.

Essa data comemorativa do Estado de São Paulo tem por fim, marcar a data do nascimento do médico do Exército Imperial Japonês, Sagen Ishisuka, que veio ao mundo em 6 de março de 1850, e que foi extremamente famoso no Japão dos finais do século XIX e início do século XX, enquanto fundador da 1ª organização macrobiótica, após haver sido curado de uma doença de rins então tida como intratável pela medicina moderna, ao adotar um regime alimentar baseado em cereais integrais e vegetais.

Para conhecimento, a macrobiótica dos nossos dias não é necessariamente vegetariana, porque o uso de produtos animais [principalmente peixe] é aceitável, sendo que para Ishizuka, todos os problemas de saúde e sociais tinham como origem uma má nutrição, particularmente um desequilíbrio entre sódio e potássio nos alimentos, pois segundo a filosofia chinesa de onde teria nascido a macrobiótica, existem na natureza duas forças opostas que se complementam: yin [força feminina] e yang [força masculina], fazendo com que a saúde e a harmonia do corpo e do espírito dependam do equilíbrio entre estas duas forças, presentes também nos alimentos que nos são oferecidos pela natureza, o que o levava a crer que todos os problemas podiam ser corrigidos ao se adotar uma prática alimentar de acordo com a constituição biológica humana, em especial com a utilização predominante de cereais integrais e vegetais na alimentação dos seres humanos.

A macrobiótica é um regime alimentar e de vida. O estilo de vida macrobiótico preconiza a plena vida, implementando o velho aforismo: "alma sã em corpo são". Considera-se, nesta arte/ciência, que o alimento principal para os seres humanos são os cereais integrais, comidos cozidos, assados, tostados, germinados, enfim, em inúmeras formas de preparo e apresentação. Como complemento aos cereais integrais na dieta macrobiótica, são consumidos legumes e verduras frescas. O líder japonês, George Ohsawa, nascido Sakurazawa Joichi (桜沢如一,Sakurazawa Joichi, é considerado o principal responsável pela divulgação da cultura macrobiótica no ocidente, escrevendo sob os pseudônimos de Musagendo Sakurazawa, Nyoiti Sakurazawa, e Yukikazu Sakurazawa, durante a época em que esteve na Europa. Alguns de seus discípulos japoneses também foram importantes na disseminação da Macrobiótica no ocidente. Nos Estados Unidos da América, em especial, Herman Aihara e Michio Kushi; no Brasil, Tomio Kikuchi. Apesar disso, muitos outros discípulos participaram dessa disseminação.

Para esclarecer melhor quem está acostumado com a visão científica desses assuntos, um tópico importante a ser destacado, é que se dá muita atenção ao equilíbrio sódio-potássio na escolha e no preparo da alimentação, porque na alimentação, a proporção dos mesmos deve se aproximar da proporção existente nas células do organismo humano. Isso não quer dizer que se necessita de uma tabelinha analítica da ocorrência desses dois elementos nos diversos alimentos. A habilidade em discernir essas características vem com a prática, através da observação e meditação sobre os conceitos de Yin e Yang, principais colunas do pensamento dialético oriental. Alguns típicos ingredientes macrobióticos são, por exemplo: o tofu, missô, o chá-verde, o umeboshi, o arroz integral, o sal marinho, o nori, etc...

Fontes consultadas:

  1. www.al.sp.gov.br/…
  2. www.al.sp.gov.br/…
  3. pt.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3898

RSS/XML