Dia Estadual do Eletricitário (16 de novembro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3387

Próxima Celebração "Dia Estadual do Eletricitário": Quinta-Feira, 16 de Novembro de 2017, : daqui 263 dias, 22:28:12-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

O Dia Estadual do Eletricitário em 16 de novembro de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro do Espírito Santo, que foi criada pela Lei Nº 9.552 de 10 de novembro de 2010, e que parece ser festejada de alguma forma também por sindicalistas do Estado de São Paulo.

Segundo o Projeto de Lei Nº 508 de 2009 da Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo, essa data comemorativa teria como base um tal "Dia Nacional do Eletricitário", para o qual eu não consegui confirmação, com o fim de marcar a data de uma negociação do STIEESP [Sindicato dos Eletricitários de São Paulo] com o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] do Brasil, que teria ocorrido num dia 16 de novembro de um ano que eu também não consegui levantar ao certo, e que então consolidou a manutenção dos 500 postos de trabalho que naquele tempo estavam ameaçados de serem extintos pela Eletropaulo, principalmente na cidade brasileira de São Paulo-SP.

noutra explicação obtida por mim depois de árduas pesquisa pela internet a fora, em 16 de novembro de 1997 se deu a criação do Sinergia Pró CUT, com a posse de uma direção colegiada provisória, formada por 113 trabalhadores, 63 anos depois da fundação do STIEEC e dez anos depois da retomada da luta pela direção cutista, fazendo com que a a nova entidade estadual constituída em 1997, passasse a representar cerca de 40 mil eletricitários e gasistas em mais de 600 municípios paulistas. Eram trabalhadores na construção, manutenção e operação do sistema elétrico, nos serviços de gás canalizado e também nas hidrovias.
Segundo informações da CUT [Central Única dos Trabalhadores] de São Paulo, a assembleia histórica para a criação do Sinergia Pró-CUT foi resultado de muito trabalho dos dirigentes sindicais e de muito debate nos locais de trabalho.

Para conhecimento, o impulso inicial para a construção do Sinergia Pró-CUT foi dado durante o 9º "Congresso do Sindicato dos Eletricitários de Campinas", que aconteceu em março de 1997 na cidade brasileira de Praia Grande-SP, pois, ao final desse encontro, foi aprovada a "Carta de Praia Grande", em cujo documento, concluído com a frase: "Para enfrentar essa nova realidade é preciso uma nova organização sindical, construída a partir de um amplo debate envolvendo todos os trabalhadores e as entidades representativas do setor energético de SP", os trabalhadores destacaram a importância do Sinergia Pró-CUT, principalmente diante dos desafios impostos pelo projeto de privatização do governo tucano, pela reestruturação das empresas do setor energético e pela necessidade de uma nova proposta de sindicalismo entre os operários paulistas do setor de energia.

Centenas de reuniões e assembleias depois, com ampla participação da categoria, da Baixada Santista a Porto Primavera, de São Paulo a Ilha Solteira, quando todas as regiões do estado receberam as direções dos sindicatos para discutir junto com os trabalhadores a melhor alternativa de organização da categoria, veio a certeza da necessidade de construir o Sinergia Pró-CUT com princípios históricos que depois passaram a fazer parte do estatuto: liberdade e autonomia sindical, transparência, democracia, independência, organização por local de trabalho, eleição direta em todos os níveis e acesso à informação.

Fontes consultadas:

  1. www.conslegis.es.gov.br/…
  2. www.cutsp.org.br/…
  3. www.al.es.gov.br/…
  4. jornalorebate.com.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3387

RSS/XML