Dia do Radiocidadão (14 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3957

Próxima Celebração "Dia do Radiocidadão": Quarta-Feira, 14 de Março de 2018, : daqui 261 dias, 01:06:52-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 5 minutos.

O Dia do Radiocidadão em 14 de março de cada ano, é uma comemoração no estado brasileiro do Mato Grosso do Sul, que foi criada pela Lei Nº 1.968 de 28 de junho de 1999, e que foi ratificada pela Lei Nº 3.945 de 4 de agosto de 2010.

Para justificar a instituição dessa data comemorativa de sul-mato-grossenses em 14 de março de cada ano, o Projeto de Lei Nº 11 de 10 de março de 1999 afirma que, em 14 de março de 1974 foi regulamentada as normas do Radiocidadão, revogada posteriormente e substituída por nova Instrução Normativa, porém, até onde sei de outras pesquisas na atmosfera legal, a Portaria Nº 33 de 26 de janeiro de 1970 [revogada pela Portaria nº 44 de 5 de março de 1980] do Ministério brasileiro das Comunicações, foi a norma legal que regulamentou no Brasil o Serviço de Rádio do Cidadão, tanto é que o Estado brasileiro do Rio Grande do Sul e o Distrito Federal do Brasil festejam o seu "Dia do Radiocidadão" em 26 de janeiro de cada ano, muito embora esse serviço já viesse sendo largamente utilizado em várias partes do mundo desde fins da década de 1940, e em que pese o Brasil haver assinado uma Convenção Internacional do Serviço de Rádio do Cidadão, havia já um bom par de anos.

Para conhecimento, de acordo com o Manual da Faixa do Cidadão criado pelo rádio operador brasileiro, Vilson Vieira da Silva, o Serviço de Rádio Cidadão é uma modalidade de Rádio Comunicação que surgiu logo após a 2ª Guerra Mundial, com a diversidade dos serviços de comunicação que já vinham sendo utilizados e que conta com o maior número de operadores' no Brasil. Inicialmente, nos países em que foi regulamentado, o serviço era apenas concedido a pessoas jurídicas, como um meio econômico e desburocratizado para a obtenção de licenças para comunicações profissionais. Com o passar do tempo, esta faixa passou a ser utilizada para fins recreativos. O Brasil regulamentou o Serviço de Rádio Cidadão em 1970, também para fins profissionais, situação que perdurou até 5 de março de 1980, quando foi descaracterizada a predominância da utilização profissional. O Serviço de Rádio do Cidadão consiste na modalidade de radio comunicação de uso compartilhado, para comunicados entre estações bases ou móveis, utilizando o espectro de frequência compreendido entre 26.960 MHz e 27.610 MHz. O serviço também é chamado de Faixa do Cidadão ou PX.

No Brasil, o Serviço de Radio Cidadão é limitado a 60 canais com uma potência máxima de 7 Watts (RMS) em AM (Amplitude Modulada) e 21 Watts em SSB (Banda Lateral Singela com Portadora Suprimida). As finalidades do Serviço de Radio do Cidadão são de proporcionar comunicações em Radiotelefonia, em linguagem clara, de interesse geral ou particular, atender situações de emergência e transmitir sinais de telecomando para dispositivos elétricos. Como a frequência de operação fica em torno de 27 MHz, que corresponde a um comprimento de onda de aproximadamente 11 metros, são comuns expressões como "operar em 11 metros" ou "operar na faixa de 27 MHz", quando se utiliza o serviço.

O operador de Rádio do Cidadão é identificado no Brasil pelo prefixo PX, seguido do número indicativo da região a que pertence, mais uma letra e quatro números de uma sequência, obedecendo a ordem de cessão da licença. Por exemplo: PX 4 B 0001. A Faixa do Cidadão é muito utilizada no Brasil, porque os equipamentos necessários são de muito baixo custo, e também, por não ser necessária a execução de nenhum teste para a obtenção da licença de operação. Muitos operadores da Faixa do Cidadão brasileiros costumam manter contato com operadores de outros países, tanto da América do Sul, quanto da Europa, para realizarem a troca de correspondência, cartões postais e souvenirs.

A propagação das ondas é uma coisa muito relevante nas comunicações; não há, visualmente, como saber se a propagação vai ser boa ou não, ou estar "aberta" ou "fechada", como dizem os radioamadores. Pois são as condições atmosférica que determinam se as ondas eletromagnéticas emitidas pela transmissão de um rádio irão propagar-se por longas distâncias ou não. Quando a propagação está "aberta", as ondas eletromagnéticas conseguem chegar até a ionosfera e retornar a terra, sendo recebidas por outras estações em lugares distantes. Porém, quando a propagação está "fechada", as ondas eletromagnéticas não conseguem chegar até a ionosfera, perdendo-se no caminho. Assim, com a propagação "fechada", se obtém sucesso apenas nas transmissões locais.

Nas ondas do Rádio Cidadão, o fim de um QSO marca o início de uma grande amizade. Uma das coisas mais bonitas e desejável nos 11 metros é o recebimento de um cartão QSL. Alguns no entanto, esquecem-se não só de presentear o companheiro com o qual passaram algum tempo modulando, como também, retribuir o recebido. Não há dentro do QSO, bem feito, descortesia maior que a falta de troca da "Cartolina Postal". É falta de consideração e gentileza. A troca de coordenadas não é só para aumentar o assunto no QSO, mas para o envio de "Cartolina" e provavelmente a vertical, pois neste momento, inicia-se uma nova amizade. A "Cartolina" é muito importante no QSO, é a recordação do início da nova amizade. Seja o 1º a enviar a "Cartolina", não espere pela ação dos outros, para que não se torne o: "Caloteiro da Cartolina".

Para uma gente tão unida, tem a "Oração do PX": Brake, Senhor... Vós que estais na estação central do Universo, corujando todos os canais da vida, copiai, Senhor o nosso QTC de fé. esperamos que este sinal chegue até vós com s.9, e que nossas modulações sejam limpas e claras. Envia-nos vossa resposta em ondas de paz e amor fraterno. Perdoai, Senhor, as nossas munhecadas, assim como perdoamos as portadoras, e as QRM’s da vida. Não nos deixe faltar, Senhor, os QSJ’s, para que possamos modular nossas obrigações familiares. Permanecei, Senhor, em QAP às nossas preces, assim como estamos sempre em QRV aqui na terra. Aceitai, Senhor, nossa 73/51 e perdoai-nos por este câmbio espada. Fazei, Senhor, com que nosso QTR final aqui na terra possamos fazer um bigode a bigode em vosso QTH celestial. Certos de que nunca estarás em QRL para nós, agradecemos este QSO, pedindo vossa proteção divina. Até o próximo cruzar de antenas. Amém...

Fontes consultadas:

  1. aacpdappls.net.ms.gov.br/…
  2. dlegis.al.ms.gov.br/…
  3. doradioamad.dominiotemporario.com/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3957

RSS/XML