Dia do Produtor Rural (19 de fevereiro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/2753

Próxima Celebração "Dia do Produtor Rural": Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018, : daqui 239 dias, 14:42:24-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

O Dia do Produtor Rural em 19 de fevereiro de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro do Mato Grosso, que foi instituída pela Lei Nº 9.419 de 21 de julho de 2010.

Essa data comemorativa de mato-grossenses tem por fim, marcar a data da morte do médico veterinário e político brasileiro do Mato Grosso, Jonas Pinheiro da Silva, que faleceu em 19 de fevereiro de 2008, e que sempre lutou pelo fortalecimento de todos os setores da agricultura, sobretudo da agricultura familiar, além de ver no homem do campo uma figura das mais importantes dentro da sociedade do Brasil e principalmente do Mato Grosso.

Quando faleceu, Jonas Pinheiro era Senador pelo estado do Mato Grosso, filiado ao Democratas [ex-PFL] num 2º mandato, pois havia sido reeleito em 2002; Nessa ocasião, seus mandatos ocuparam as 52ª e 53ª legislaturas na câmara alta do Brasil.

Filho de Leôncio Pinheiro da Silva e Escolástica Pinheiro da Silva, Jonas Pinheiro nasceu em 23 de março de 1941 e era o 2º de 9 filhos. Foi criado entre pequenos agricultores e pescadores e durante toda a sua vida pública lutou para melhorar a qualidade de vida do homem do campo e evitar o êxodo rural. Falava sempre da simplicidade da vida e em seus discursos gostava de deixar claro que "O povo é simples e quer coisas simples".

Formado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Jonas Pinheiro foi eleito deputado federal pelo estado de Mato Grosso em 1982, e reeleito em 1986 e em 1990.
Em 1994, Jonas Pinheiro elegeu-se pela 1ª vez para o Senado do Brasil também pelo estado do Mato Grosso, ocupando nesssa altura, as 50ª e 51ª legislaturas.

O senador participou da comissão da CPI que investigava o "Escândalo das Sanguessugas" ou "Máfia das Ambulâncias" e, apesar de não ter o seu nome diretamente envolvido no escândalo, o nome da sua mulher e então deputada federal do Mato Grosso pelo PFL [Partido da Frente Liberal], Celcita Pinheiro, foi citado como um dos nomes que recebeu dinheiro da quadrilha para apresentar emendas ao Orçamento destinada à compra de ambulâncias. Em que pese as denúncias, o partido não o afastou do cargo.

O senador morreu no Hospital Amecor na cidade brasileira de Cuiabá-MT, em decorrência da falência múltipla de seus órgãos. Foi velado em sua cidade natal, Santo Antônio do Leverger, localizada no mesmo estado.
O senador estava internado há mais de uma semana no hospital devido a uma parada cardiorrespiratória por arritmia cardíaca.
Jonas Pinheiro deixou a mulher, ex-deputada federal Celcita Pinheiro, 2 filhos e 3 netos.

Fontes consultadas:

  1. www.al.mt.gov.br/…
  2. www.sonoticias.com.br/…
  3. pt.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/2753

RSS/XML