Dia do Optometrista (6 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3884

Próxima Celebração "Dia do Optometrista": Terça-Feira, 6 de Março de 2018, : daqui 310 dias, 03:50:07-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 4 minutos.

O Dia do Optometrista em 6 de março de cada ano, é uma comemoração no Estado brasileiro de São Paulo [Lei Nº 16.293 de 27 de julho de 2016] e na cidade brasileira de Aracaju-SE [Lei Nº 3.679 de 5 de março de 2009], que, segundo o Projeto de Lei Nº 1.491 de 19 de novembro de 2015 da Assembleia Legislativa de São Paulo, está relacionada com um suposto "Dia do Mundial do Optometrista" ou "Dia Internacional do Optometrista", uma data comemorativa que não existe de fato em nível internacional, visto que essa celebração aparece apenas em calendários brasileiros de dias festivos, e está oficializada em algumas cidades no Brasil, além de contar com o apoio do CBOO [Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria].

Para conhecimento, a Optometria é uma ciência da área da saúde, com base na física, que trata da visão, principalmente dos problemas de saúde primários, ou seja, é o estudo dos problemas de visão não patológicos sobre o ponto de vista físico, e, como tal, aplica técnicas baseadas em resultados obtidos a partir de estudos profundos da física, da biologia e de outros conhecimentos da área de saúde. O trabalho dela possui o objetivo de prevenir os pacientes contra patologias oculares e problemas sensoriais. A palavra optometria deriva etimologicamente do grego optometron, sendo esta decomposta em opto, que provém de opsis e significa "visão" e de metron, que significa "medição". Segundo o CBOO, a OMS [Organização Mundial da Saúde] ou WHO [World Health Organization] preconiza que a Optometria é a 1ª barreira contra a cegueira evitável no mundo.

“O Optometrista é o profissional da área da saúde, não-médico, que cuida da reabilitação visual plena do indivíduo em todos os níveis. Este profissional tem por missão acompanhar o paciente na identificação da sua ametropia para, posteriormente, compensar a deficiência visual através de próteses oculares, ou seja, óculos, lentes de contato ou ainda terapia visual. Cabe ao optometrista, medir a acuidade visual, analisar estruturas externas e internas do olho, identificar deficiências e anomalias relacionadas com alterações da função visual, medir o erro refrativo de cada paciente (objetiva e subjetivamente), encaminhar casos patológicos aos especialistas adequados, medir a pressão intraocular (tonometria), determinar compensações e ajudas ópticas, orientar na ergonomia e higiene visual, executar terapias visuais, assessorar órgãos públicos na promoção da saúde visual, efetuar rastreios visuais e várias outras atividades. A profissão existe no mundo há mais de cem anos, sendo praticada em mais de 130 países.

O rofissional especializado em optometria, não utiliza nenhum procedimento ou medicamento invasivo, ele só observa e aplica técnicas de avaliação qualitativa e quantitativa do sistema de visão do paciente. Seu trabalho baseia-se no avaliar e medir a estrutura da visão em seus aspectos funcionais e comportamentais, além de propor meios ópticos de correção dos defeitos encontrados no globo ocular. É um trabalho essencialmente preventivo, e a terapêutica aplicada consta da proposição de correção por meios óticos, indicação do uso de óculos, com especificidades bem peculiares, e exercícios. A optometria trabalha fora do “globo ocular”, focado no sentido da visão – corrigindo miopias, hipermetropias, astigmatismos e aplica exercícios para corrigir defeitos da visão. Ela não trata ou cura o “globo ocular” – competência da medicina – pois ela não faz diagnósticos de doenças e não receita medicamentos. Cabe ao optometrista emitir fórmulas para óculos, também conhecidas como “receitas”.

O optometrista pode ainda examinar o estado da visão do doente, e prescrever tratamento adequado para alguma deficiência que possa encontrar. No entanto, estas apenas incluem a hipermetropia, miopia e estigmatismo. Os tratamentos para essas condições passam pela prescrição de óculos ou lentes de contato. Para que você perceba a diferença – o oftalmologista concentra-se na saúde dos olhos, na capacidade de visão, doenças e condições que podem acontecer na zona visual. Cuidar da saúde dos órgãos da visão é o objetivo do Oftalmologista, e o motivo pelo qual se especializou. Este pode diagnosticar e prescrever óculos ou lentes de contato para corrigir ou mesmo prevenir algum problema de visão, mas pode ainda realizar procedimentos cirúrgicos nos olhos ou em qualquer parte próxima deles, quando necessário. Resumindo, um oftalmologista diagnostica, trata, corrige e atua sobre as várias condições do olho, sempre que necessário.

Apesar do trabalho destes dois profissionais ser, muitas vezes, complementar. O paciente deve consultar um oftalmologista quando suspeita sofrer de algo que afete a condição do olho e não possa ser corrigido apenas pela prescrição de óculos ou lentes de contato. Por outro lado, o simples diagnóstico e avaliação da capacidade de visão podem ser feitos apenas pelo optometrista sem qualquer envolvimento de outro profissional. Em muitos casos ambos os profissionais podem trabalhar em parceria para resolver os problemas do doente. Alguns optometristas podem ainda recomendar ao doente, caso considerem necessário, consultas ao oftalmologista. Ou seja, o óptico optometrista é um profissional importantíssimo e pode atuar como profissional liberal no domínio da Óptica e da Optometria bem como na qualidade de responsável técnico nos cuidados primários oculares.

Fontes consultadas:

  1. www.al.sp.gov.br/…
  2. swapi.uni5.net/…
  3. www.al.sp.gov.br/…
  4. hmcentrooptico.blogspot.com.br/…
  5. optometrianobrasil.blogspot.com.br/…
  6. www.interne.com.br/…
  7. www.eldaevelina.com/…
  8. www.cboo.org.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3884

RSS/XML