Dia do Líder Comunitário (2º domingo de novembro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta para esse artigo: http://datascomemorativas.org/51SC

O Dia do Líder Comunitário no 2º domingo de novembro, é uma comemoração móvel do Estado brasileiro de São Paulo, que foi criada pela Lei Nº 10.204 de 7 de janeiro de 1999, a partir de uma data estiva da cidade brasileira de São Paulo-SP, instituída pela Lei Nº 12.007 de 26 de fevereiro de 1996 e ratificada pela Lei Nº 14485 de 19 de julho de 2007, cuja data da celebração pode ocorrer entre os dias 8 de novembro e 14 de novembro de cada ano no calendário gregoriano.

Segundo a Lei supracitada da cidade de São Paulo-SP, por ocasião desse dia festivo de paulistanos, os Jornais de Bairro, as Sociedades Amigos de Bairro, as Associações de Classe e demais entidades ligadas à população deverão ser convocadas para organizar e divulgar debates e outros eventos alusivos à essa data celebrativa.

Segundo o que apurei em pesquisas sobre esse dia celebrativo, na prática, tem sido realizada uma homenagem na Assembleia Legislativa de São Paulo, com a entrega de diplomas, com o fim de prestigiar os relevantes trabalhos prestados à comunidade por pessoas reconhecidas como líderes comunitários, ou seja, Presidentes de Associações Comunitárias, Sociedade Amigos de Bairros, Clube de Mães, Centros de Convivências, Entidades Ambientalistas, Entidades Esportivas, sem fins lucrativos, preocupadas com o desenvolvimento sócio, cultural, ambiental, esportivo e educativo do estado de São Paulo.

Apesar de muitos esforços e inúmeras pesquisas, ainda não me foi possível obter maiores explicações e porquês, para a criação dessa data comemorativa que, inicialmente foi proposta para ser festejada no dia 12 de novembro de cada ano, e que conta com o apoio da FAGESP [Federação de Favelas e Associações do Estado de São Paulo], mesmo depois da leitura da íntegra com a respectiva justificação do Projeto de Lei Nº 1.158 de 24 de outubro de 1995 da Câmara de Vereadores do Município de São Paulo-SP e do Projeto de Lei Nº 251 de 19 de maio de 1998 da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Pela experiência que tenho na compilação de datas festivas, e na falta de um porquê justificável para a data comemorativa hora instituída, acredito sinceramente que, talvez, 27 de maio fosse uma data mais apropriada para a criação desse dia celebrativo, pois foi exatamente em 27 de maio de 1990, que se deu a fundação da Federação de Favelas e Associações do Estado de São Paulo, uma pessoa jurídica de direito privado e sem finalidade lucrativa, com sede na capital de São Paulo, que tem atuação em âmbito estadual e conta com mais de 500 associações de favelas associadas.
As atividades da FAGESP são pautadas no movimento de moradias, promovendo debates por políticas habitacionais e atendimento à população de baixa renda, Promovendo e estimulando às comunidades, especificamente favelas, para sua organização através de assembleias para a constituição de associações comunitárias e eleições de lideranças, além de desenvolver projetos sociais para a população carente.

Para conhecimento, os líderes são pessoas que inspiram, guiam e atuam sobre grupos, comunidades, organizações e nações. Os líderes são importantes e sempre existiram em todos os momentos históricos. As variantes são apenas, as necessidades sociais do tempo e da época. A liderança implica em uma interação entre os que exercem influência e os que podem ser influenciados. Por isso, líderes são pessoas sensíveis que sentem as necessidades mais prementes do grupo a que lideram e lutam para saná-las; daí a importância das lideranças comunitárias nas comunidades das nossas cidades, principalmente naquelas comunidades mais carentes, onde falta quase tudo e é custoso de se obter qualquer ajuda em termos de recursos e serviços públicos.

Os líderes comunitários sentem as necessidades de sua comunidade e criam estruturas chamadas de organizações comunitárias, através das quais os propósitos /da coletividade são cumpridos. Esse tipo de liderança desempenha papel /muito importante nas sociedades em transição, onde mudanças econômicas e político-sociais postulam a criação de novas instituições que atendam os interesses emergentes.

As organizações comunitárias ou organizações locais criadas por líderes comunitários se materializam na ação conjunta de cidadãos de uma determinada região, para obter melhorias para a população (comunidade), junto ao Estado e a outros atores sociais, como empresas, por exemplo. Trata-se, portanto, de uma forma de ativismo político, com a identificação de necessidades ou carências da comunidade, a mobilização de recursos e a formulação de estratégias de ação.
Por isso, é importante a valorização dessa classe de pessoas que, muitas vezes, em detrimento próprio, de tudo abdicam voluntariamente em favor de uma comunidade sofrida.

Fontes consultadas em 29 de outubro de 2016 às 20:53:29:

  1. www.al.sp.gov.br/…
  2. www.radarmunicipal.com.br/…
  3. camaramunicipalsp.qaplaweb.com.br/…
  4. planetafavela.blogspot.com.br/…
  5. www.al.sp.gov.br/…
  6. pt.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Antonio Cezar é cego, dedica ± 4 hhoras/dia na maior coleção [RankBrasil] em Datas Comemorativas e seus porquês, e conta com você. Clique e colabore!

Ocultar

Foto do Locutor Antonio Cezar

Você pode entrar em contato para saber como ajudar ou doar qualquer quantia, na Caixa Econômica Federal ou numa lotérica perto de você, para Antonio Cezar, agência 2992, operação 13, conta poupança 8655-1. Por exemplo, moedas do troco no pagamento de suas contas serão sempre bem-vindas.

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/51SC

RSS/XML