Dia do fim da Semana de Mobilização Nacional para Busca e Defesa da Criança Desaparecida (31 de maio)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1237

Próxima Celebração "Dia do fim da Semana de Mobilização Nacional para Busca e Defesa da Criança Desaparecida": Quinta-Feira, 31 de Maio de 2018, : daqui 282 dias, 20:38:19-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

A Semana de Mobilização Nacional para Busca e Defesa da Criança Desaparecida com término em 31 de maio, é uma comemoração a partir de 25 de maio de cada ano no Brasil, que foi instituída pela Lei Nº 12.393 de 28 de março de 2011, quando deverão ser desenvolvidas atividades que visem a promover a busca e a defesa das crianças desaparecidas no território nacional brasileiro, em apoio ao "Dia Internacional das Crianças Desaparecidas" ou "International Missing Children's Day" em 25 de maio.

Para conhecimento, a atual data comemorativa internacional foi iniciada em 1983 nos Estados Unidos da América, como "Dia das Crianças Desaparecidas" ou "Missing Children's Day", e está diretamente relacionada com o rapto-desaparecimento do garoto norte-americano, Etan Patz, que aos 6 anos de idade desapareceu para sempre em 25 de maio de 1979, quando pela 1ª vez ia desacompanhado de um adulto a caminho da escola na localidade estadunidense de Manhattan em Nova York-EUA.

Além de contar com o apoio da "Semana de Mobilização Nacional para Busca e Defesa da Criança Desaparecida", no Brasil, a atual data celebrativa internacional encontra-se de alguma forma oficializada também nos Estados brasileiros de São Paulo: "Dia Estadual das Crianças e dos Adolescentes Desaparecidos", Santa Catarina: "Dia Estadual dos Desaparecidos", e no Distrito Federal do Brasil: "Dia Distrital das Crianças Desaparecidas".

Etan Patz foi declarado morto em 2001, e é considerado como o 1º caso de desaparecimento infantil com grande repercussão na mídia norte-americana e o 1º rosto de criança desaparecida a ser estampado nas embalagens de leite entre outros produtos comerciais [procedimento hoje bastante comum nos EUA e outras partes do mundo].

O sumiço de Etan Patz foi seguido de numerosos casos de ddesaparecimentos de crianças estadunidenses, fazendo com que essa celebração venha conquistando cada vez mais adeptos ao redor de todo o mundo.

Também ajudou nessa expansão, o fato de que o pai de Etan, um fotógrafo profissional, cuidou de distribuir fotografias do menino em preto-e-branco, num esforço para encontrar seu filho. Com isso, ele fez com que permanecesse focada a atenção de pesquisadores e meios de comunicação em massa para o caso, chamando constantemente a atenção do grande público sobre o problema do rapto de crianças e a falta de planos para combater esse mal.
Por quase 3 anos, a atenção da mídia norte-americana foi focada na localidade estadunidense de Atlanta na Geórgia, onde eram descobertos corpos de crianças, em lagos, pântanos e lagoas ao longo de trilhas à beira da estrada.
29 corpos foram recuperados antes que um suspeito fosse preso e identificado em 1981.

Fontes consultadas:

  1. www.planalto.gov.br/…
  2. www.gpo.gov/…
  3. en.wikipedia.org/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/1237

RSS/XML