Dia da Seicho-No-Ie (1 de março)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3874

Próxima Celebração "Dia da Seicho-No-Ie": Quinta-Feira, 1 de Março de 2018, : daqui 248 dias, 01:00:12-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 2 minutos.

O Dia da Seicho-No-Ie em 1 de março de cada ano, é uma comemoração no Estados brasileiro de São Paulo, que foi instituída pela Lei Nº 10.195 de 30 de dezembro de 1998, e que atualmente conta também com o "Dia Estadual da Seicho-no-ie" no Estado brasileiro do Mato Grosso.

Essa data comemorativa do Estado de São Paulo tem por fim, marcar a data do aparecimento da Seicho-no-ie, que se deu em 1º de março de 1930, então como uma revista de Cultura Moral, pela iniciativa do líder espiritual japonês, Masaharu Taniguchi, que cresceu no pós-guerra no Japão e sofreu perseguições militares, para ser finalmente transformada numa religião e contribuir para a revitalização da religiosidade dos japoneses, ao incentivar seus adeptos à prática de suas religiões de origem, numa época em que a sociedade japonesa via desmoronar a religião oficial do Estado, que era baseada na crença na divindade do imperador e uma das bases da ideologia militarista, pois entre os líderes espirituais do Japão, Masaharu Taniguchi é um dos mais conhecidos e influentes. Através de suas preleções, livros, artigos, etc., atinge milhões de pessoas. Suas mensagens são simples, objetivas e capazes de modificar vidas.

Para conhecimento, a Seicho-No-Ie ou Lar do Progredir Infinito em português, é uma filosofia de origem japonesa (Shinshūkyō) presente em todo o mundo, especialmente no Brasil. A instituição religiosa se caracteriza pelo não-sectarismo, pelo estímulo ao autoaperfeiçoamento espiritual, pela reverência aos antepassados e, atualmente, pela harmonia entre a humanidade e a natureza. Segundo adeptos dessa própria religião japonesa, a Seicho-No-Ie é um ensinamento de amor, que prega que o ser humano é filho de Deus, que o mundo da matéria é projeção da mente e, também, nos revela qual é a nossa verdadeira natureza. É uma filosofia que transcende o sectarismo religioso, pois acredita que todas as religiões são luzes de salvação que emanam de um único Deus. Por isso, a Seicho-No-Ie pode ser considerada tanto uma filosofia de vida, como também uma religião, não há rigidez de conceito neste sentido. Ela tem como objetivo despertar no coração das pessoas, a verdade de que todos são filhos de Deus, e fazer com que, através de atos, palavras e pensamentos, seja possível tornar este mundo um lugar melhor.

Aqueles que praticam os ensinamentos da Seicho-No-Ie, aprendem a reconhecer sua verdadeira natureza de filho de Deus e, em conseqüência disso, começam então a viver fatos milagrosos, como a cura de doenças, reconciliação de lares em desarmonia, exteriorização de grandes talentos, êxito profissional, solução de problemas econômicos e amorosos etc... Assim, existem pessoas que, mesmo já sendo adeptas de uma religião, e que continuam freqüentando assiduamente suas atividades, sentem-se muito bem e felizes ao entrar em contato com os ensinamentos da Seicho-No-Ie, que por sua vez, recebe, com muito amor e carinho, todas as pessoas, sem nenhuma restrição.

Fontes consultadas:

  1. www.al.mt.gov.br/…
  2. www.al.sp.gov.br/…
  3. pt.wikipedia.org/…
  4. www.sni.org.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3874

RSS/XML