Dia da Ação Católica (7 de novembro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3339

Próxima Celebração "Dia da Ação Católica": Terça-Feira, 7 de Novembro de 2017, : daqui 41 dias, 23:15:17-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 3 minutos.

O Dia da Ação Católica em 7 de novembro de cada ano, é uma comemoração não confirmada, que aparece em vários calendários brasileiros de datas comemorativas, para a qual, eu ainda não logrei obter maiores explicações e porquês, seja pelo fato de tal justificação haver se perdido no tempo, seja porque talvez, ela nunca tenha existido de fato.

No entanto, é possível que essa data festiva extraoficial citada em vários calendários do Brasil tenha algo a ver com a data da fundação da ACB [Ação Católica Brasileira], que foi um movimento controlado pela hierarquia da Igreja Católica, e que foi fundado pelo cardeal brasileiro da Igreja Católica, Sebastião Leme da Silveira Cintra, em algum dia de inais de outubro ou começo de novembro de 1935, com o objetivo de formar leigos para colaborar com a missão da Igreja: "salvar as almas pela cristianização dos indivíduos, da família e da sociedade" ,pois consta que, em 27 de outubro de 1935, o Papa Pio XI enviou uma carta ao Cardeal Dom Sebastião Leme e aos Bispos do Brasil, na qual afirmava que devido à escassez do clero, a Ação Católica seria necessária, e a sua 1ª tarefa seria a formação, para que existisse uma unidade orgânica, com coordenações em todas as associações; e que o objetivo da Ação Católica brasileira era fazer de cada indivíduo um apóstolo de Cristo no ambiente social onde estivesse, portanto deveriam ser organizadas semanas de estudo e oração necessárias para a formação de militantes entre os jovens estudantes e operários; para que a Ação Católica pudesse ser o "exercício pacífico de Cristo, exército de justiça, amor e paz. O ideal proclamado pelo Papa era o de levar tudo à influência de Cristo-Rei, ‘restaurar tudo em Cristo’, a fim de que reinasse a ‘paz de Cristo no Reino de Cristo’. Portanto, a intenção era que os leigos se tornassem o braço estendido da Igreja Católica no seio da sociedade, como apostolado organizado e subordinado ao poder do clero..

Para conhecimento, a Ação Católica é o nome dado ao conjunto de movimentos criados pela Igreja Católica no século XX, visando ampliar sua influência na sociedade, através da inclusão de setores específicos do laicado e do fortalecimento da fé religiosa, com base na Doutrina Social da Igreja.
A Ação Católica com o nome pelo qual é reconhecida hoje, foi oficialmente fundada em 23 de dezembro de 1922 no pontificado de Pio XI, que também criou em 1938, uma direção central para a Ação Católica, mas sua história remonta a 1867 e traz como pano de fundo um contexto histórico apresentado resumidamente. A própria Ação Católica Italiana, reconhece como data símbolo de
fundação de suas bases, a data de 29 de julho de 1867, a partir da iniciativa de 2 jovens, Giovanni Acquaderni e Mario Fani, que se converteram em junho de 1867 na cidade e capital italiana de Roma, durante um "pequeno congresso" de vários membros dos "círculos da juventude católica" de vários lugares da Itália, e que
tiveram a ideia de fundar uma organização para a juventude católica baseada nos pilares da oração, ação e sacrifício. Em 13 de dezembro de 1867 oficializaram o estatuto e regulamento da "Sociedade da Juventude Católica", que posteriormente recebeu da parte de Pio IX, o reconhecimento oficial em 2 de maio de 1868.

Por isso, erroneamente, diz-se que o movimento da Ação Católica foi criado em 1924 pelo sacerdote belga, Cardeal Cardijn [Joseph Léon Cardinj], muito embora, na verdade, ele tenha trabalhado pelo compromisso social da Igreja Católica no início do século XX e sido o fundador da JOC [Juventude Operária Católica], enquanto filho de operários e defensor da ideia de que os operários devem preferentemente ser evangelizados por outros operários, a partir do que, começou com os jovens, adotando o "método de Ver, Julgar, Agir" [que depois se tornaria clássico], especialmente adaptado à mentalidade concreta dos trabalhadores, seguido dos diversos ramos [das moças, de estudantes, de adultos...], para mais tarde serem todos unificados num só movimento, mantendo-se ainda assim, os ramos especializados.

Segundo se sabe, a JOC terminou por ser apenas uma parte do Movimento chamado Ação Católica, e elaborava uma concepção de fé bem mais voltada para a realidade social do que outras ações no interior da Igreja Católica. Seu propósito era o de ensinar o jovem trabalhador a viver uma vida completa e mais humana e a ser um corpo representativo que defendesse o direito dos operários. Desse modo o integrante da JOC deveria ser um apóstolo no próprio meio operário, construindo sua formação na e pela ação, fundamentada na metodologia já aqui citada do "Ver, Julgar e Agir".

Fontes consultadas:

  1. www.lovers-poems.com/…
  2. pt.wikipedia.org/…
  3. www.interpsic.com.br/…
  4. pejoteirossantos.wordpress.com/…
  5. pt.wikipedia.org/…
  6. www.abhr.org.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/3339

RSS/XML