Dia da 1ª Inspeção em Voo por técnicos brasileiros no Brasil (21 de fevereiro)

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/2766

Próxima Celebração "Dia da 1ª Inspeção em Voo por técnicos brasileiros no Brasil": Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018, : daqui 237 dias, 17:55:53-03:00.
Tempo médio de leitura para essa data comemorativa: ± 1 minuto.

O Dia da 1ª Inspeção em Voo por técnicos brasileiros no Brasil em 21 de fevereiro de cada ano, é uma comemoração de brasileiros da FAB [Força Aérea Brasileira].

Essa data comemorativa de brasileiros da FAB tem por fim, marcar a data da 1ª inspeção em voo conduzida e tripulada por brasileiros, que foi realizada num voo de 5 horas a bordo da 1ª aeronave-laboratório da América Latina em 21 de fevereiro de 1959, com a missão de verificar a adequação de instalação de um VOR [VHF Omni-directional Radio Range] no sítio de Itaipuaçú, no interior do Estado do Rio de Janeiro.

A 1ª inspeção em voo do Brasil, ocorreu por ocasião da avaliação do VOR de Caxias [1º rádio auxílio a ser homologado no Brasil], ocorrida sob a responsabilidade da Diretoria de Rotas Aéreas e da FAA [Administração Federal de Aviação ou "Federal Aviation Administration"] dos Estados Unidos da América, que antigamente era conhecida por CAA [Agência de Aviação Civil ou "Civil Aviation Agency"] dos norte-americanos.
Essa avaliação foi realizada em 19 de dezembro de 1956 e a partir da aeronave-laboratório, "beechcraft", que havia sido emprestada com a finalidade específica de realizar as inspeções em voo dos primeiros auxílios à navegação e à aproximação, VOR [VHF - Freqüências Muito Altas ou "Very High Frequenc") OmniRange] e ILS [Sistema de instrumentos para Aterrissagem ou "Instrument Landing System"] no Brasil, em cuja data os brasileiros da FAB festejam o "Dia da 1ª Inspeção em Voo no Brasil".

Para conhecimento, com o fim de gerir o espaço aéreo brasileiro com segurança e eficácia, hoje em dia o DECEA [Departamento de Controle do Espaço Aéreo] no Brasil precisa manter aferidos e operando seus equipamentos de auxílios à navegação aérea, aproximação e pouso.

Dispondo de dez aviões-laboratório: 4 jatos Hawker EU93A de alta performance e seis turbo-hélices Bandeirante, além de um turbo-hélice Bandeirante cargueiro, o GEIV [Grupo Especial de Inspeção em Vôo] homologa, inspeciona em voo e mantém aferidos todos os auxílios instalados no Brasil.

A aeronave-laboratório do GEIV é um avião aparentemente comum, só que em seu interior há um laboratório eletrônico de alta precisão. Sua tripulação é composta por profissionais de alta qualificação, com curso específico e treinamento adequado ao exercício de inspeções em voo.

Fontes consultadas:

  1. www.fab.mil.br/…
  2. www.defesaaereanaval.com.br/…

Para dúvidas, críticas, sugestões, reclamações, convites e outros assuntos, por favor, Entre em contato

Licença Creative Commons, para reproduzir tem que citar fonte com link. URL curta: http://datascomemorativas.org/2766

RSS/XML